IDC Latin America destaca as inovações da CES

Em janeiro aconteceu a primeira feira de tecnologia do ano, a Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas, nos EUA. José Daniel Zegarra, gerente de Mercados Emergentes da IDC Latin America, participou do evento e, a seguir, comenta as principais inovações apresentadas e que dão uma ideia do que terá no Mobile World Congress de 2019, que começou ontem, 25, e vai até quinta-feira, 28, em Barcelona, na Espanha.
Entre as principais novidades, a IDC Latin  America destaca:
*         Rede 5G - As operadoras devem implantá-la em 2020, oferecendo um serviço de dados pelo menos 100 vezes superior ao seu antecessor 4G. Do lado do consumidor, essa nova tecnologia vai melhorar a experiência do usuário mesmo em locais com alta densidade de pessoas. No setor corporativo, o uso intensivo de sensores será facilitado e a Internet das coisas (IoT) vai decolar. De acordo com a IDC, os gastos previstos para essa tecnologia em 2019 serão de cerca de US$ 20 milhões.
*Inteligência Artificial (IA) - As principais marcas de processadores incluem em seus dispositivos reconhecimento de voz e detecção/classificação de objetos focados em condução autônoma. A abordagem da IA ​​vai para a autonomia de decisão e aprendizagem utilizando grandes volumes de informação, com aplicações que vão desde o bom uso de sensores até soluções de irrigação inteligente (agricultura inteligente). A IDC estima que a América Latina apresentará taxas de crescimento acima de 45% nos próximos dois anos, destacando investimentos nas áreas de finanças e saúde.
*TVs com mais definição e tamanho - As grandes marcas mostraram sua nova gama de TVs de 8K com uma resolução que multiplica a geração 4K por 4 (8K: 7,680 x 4,320 pixels vs 4K: 3,840 x 2,160 pixels). A pequena limitação é que ainda não há conteúdo comercial disponível em 8K. Finalmente, mas não menos importante, é o lançamento de telas dobráveis. Isto é, sem dúvida, uma inovação, uma vez que elas podem desaparecer quando não estão em uso e, com isso, é possível liberar espaços nos quartos, por exemplo.
*         Wearables - A IDC prevê que este mercado crescerá cerca de 15% este ano, aumentando a participação de dispositivos inteligentes na comparação com dispositivos básicos. Os principais avanços estão no campo da saúde, com sensores cada vez mais poderosos - já existem opções que fazem eletrocardiogramas. As inovações também estão no ramo dos esportes radicais, com equipamentos de maior resistência à pressão e à água.
*         Veículos Autônomos - Foram apresentadas iniciativas como o projeto Connected Vehicle to Everything (ConVex), que interconecta os veículos para melhorar a segurança e a eficiência do tráfego. A realidade aumentada também faz parte das tendências em que é possível adicionar informações nas lentes dos óculos para interação com o motorista. Finalmente, a ideia da direção tradicional será alterada para entretenimento enquanto a pessoa se locomove.
*         Casas Conectadas (Domótica – Robótica) - Foi um dos Hot Topics da CES 2019. As marcas mostraram uma grande diversidade de dispositivos de interação centralizada, desde um hub a um smartphone. A IDC espera que cerca de seis milhões de dispositivos inteligentes sejam instalados na América Latina em 2019, porque já existe suporte em espanhol para as principais plataformas de assistentes pessoais.
 "Hoje é importante que tanto o consumidor final quanto as empresas fiquem a par das novidades e tendências apresentadas no mercado, porque é preciso que a tecnologia de ponta seja aplicada na vida cotidiana, tanto pessoal quanto comercial, para que o mundo fique hiperconectado", diz o gerente da IDC LA.